Este site utiliza cookies . Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Para mais informações consulte a nossa Política de Cookies. Fechar
Menu Lateral
Informação sobre o curso Habilitação Elétrica em Baixa e Alta Tensão

Edições do curso

Data de Início
11/05/2024
Data de Fim
01/06/2024
Horário
Sábado
Duração
28 horas
Local de Formação
V. N. Gaia - Ecotermolab
Preço
690,00€ (+ IVA)
Tipo de Formação
Formação Presencial
Contacto
Rita Teixeira
961201563
rmteixeira@isq.pt
Apresentação

A Norma EN 50110-1 :2013 estabelece os requisitos de segurança para a operação e trabalhos com ou na proximidade de instalações elétricas em tensão reduzida, baixa, média e alta tensão. Prevê ainda que o pessoal envolvido nestes trabalhos deva ter formação especifica e adequada à complexidade do trabalho a realizar, mediante avaliação prévia, podendo esta ser realizada por Pessoa Qualificada ou apenas por Pessoa Instruída.

Em Portugal a referida Norma é de cumprimento obrigatório no âmbito do Regulamento Técnico das Instalações Elétricas de Baixa Tensão (RTIEBT), bem como, no âmbito das Redes de Transporte e de Distribuição e Energia Elétrica. Relativamente à competência técnica do pessoal distingue vários níveis, mas que, para o efeito, destacamos dois deles:

BA5 – Pessoa Qualificada - Pessoa com conhecimentos técnicos ou com experiência suficiente que lhe permitam evitar os perigos que possam advir da eletricidade.

BA4 - Pessoa Instruída - Pessoa prevenida, suficientemente informada, ou vigiada por pessoas qualificadas, com vista a evitar os perigos que possam advir da eletricidade.

Por Pessoa Qualificada entendem-se os perfis profissionais regulados pela Lei 14/2015 de 16 de fev., estando em causa os Técnicos Responsáveis pela Execução; Técnicos Responsáveis pela Exploração, entre outros, cujos requisitos e condições de acesso estão lá definidas.

E relativamente à Pessoa Instruída, o que se aplica? Não foram reguladas as condições de acesso a este perfil, mas é certo que a responsabilidade da sua atuação recai sobre os Técnicos Qualificados e sobre o empregador, pelo que é fundamental que o processo formativo conducente à referida Instrução seja certificado, complementado com a definição expressa e autorizada do âmbito das suas atividades de natureza elétrica.

Nesse sentido, para efeitos da Instrução dos profissionais que realizam trabalhos elétricos de instalação, manutenção, reparação, ensaios, medições, verificação, entre outros, o ISQ, seguindo a NF C 18-510, que também tem por base a referida norma EN 50110-1, propõe o seguinte sistema de Habilitação/Instrução Elétrica como garante de que determinado profissional (eletricista ou não eletricista; executante ou responsável de trabalhos) conhece os requisitos de segurança aplicáveis a determinada instalação/atividade; sabe como atuar na presença de risco elétrico e, como tal, pode ser considerado BA4 – Pessoa Instruída. Estas competências são desenvolvidas em diferentes ações de formação, com componentes teóricas e práticas, em função da Habilitação Elétrica visada.

Símbolos das Habilitação Elétrica:

Na escolha de uma Habilitação Elétrica deve ser tida em consideração a natureza da operação que será confiada ao trabalhador e, o domínio de tensão (Tensão Reduzida, Baixa e Alta Tensão) em que a mesma será realizada.

SISTEMA DE CLASSIFICAÇÕES DAS HABILITAÇÕES ELÉTRICAS

NORMAS EN 50110-1 E 2 E NF C 18-510 janeiro 2012

1º Carater

Domínio de Tensão

2º Carater

Tipo de Operação

3º Carater

Natureza das operações

Atributo

Especifica/completa os caracteres precedentes

B: Baixa Tensão

A: Alta Tensão

0: Trabalhos de ordem não elétrica (execução ou supervisão)

1: Trabalhos de ordem elétrica -execução

2: Trabalhos de ordem elétrica -supervisão

C- Realização de consignação

R: Intervenções BT de manutenção e reparação

S: Intervenções BT de substituição e ligação

E: Operações especificas Ensaio, Verificação, Medição, Manobra (*)

P: Fotovoltaico

V: Trabalhos realizados dentro da zona de Vizinhança de Tensão:

T: Trabalho em Tensão

N: Limpeza em Tensão

X: Operação Especial

Clarifica o tipo de Operação, de Ensaio, de Verificação, de Medição, ou, de Manobra de um operador.
  • A habilitação de índice 2 implica a dos índices 0 e 1
  • A habilitação de índice 1 implica a do índice 0
  • A habilitação BR implica a habilitação B1 B2 BC

 

CLASSIFICAÇÃO DOS DOMÍNIOS DE TENSÃO

Domínios de Tensão Níveis de Tensão Valores de Tensão Nominal

Corrente Alternada (CA)

Corrente Contínua (CC)

TR

Tensão Reduzida

U ≤ 50

U ≤ 120

BT

Baixa Tensão

50 < Un ≤ 1000 V

120 < U ≤ 1500

AT

Média Tensão

1 KV < Un ≤ 45 KV

UN > 1500 V

Alta Tensão

45 KV < Un ≤ 110 KV

Muito Alta Tensão

Un > 110 KV

U – Tensão Nominal da Instalação, em Volts.

Objetivos

No final do curso o formando deverá:

  • Executar trabalhos da natureza elétrica em instalações e equipamento de baixa tensão de acordo com as regras de segurança e as boas práticas da arte;
  • Executar procedimento de consignação elétrica garantindo a segurança das pessoas e das instalações;
  • Executar trabalhos de instalação, substituição, reparação e ligação em BT e AT;
  • Executar operações especificas em BT e AT: Ensaio, Verificação, Medição, Manobras;
  • Realizar manobras de exploração: rearme de um disjuntor/diferencial; liga/desliga máquinas ou equipamentos;
  • Realizar trabalhos de consignação em Instalações Elétricas de BT e AT (trabalhos elétricos e não elétricos);
  • Agir de forma adequada em situação de acidente por ação da corrente elétrica.

Condições de Inscrição

Técnicos com conhecimentos e experiência relevante com instalações elétricas em trabalhos de manutenção, reparação, ensaios de natureza elétrica.

Pré-Requisito:

  • Conhecimento de eletricidade e instalações elétricas resultante de formação profissional ou de prática/experiência profissional;
  • Diferenciar entre grandezas elétricas, como corrente, tensão, resistência, potência;
  • Identificar os dispositivos de proteção contra contato direto e indireto;
  • Identificar equipamentos elétricos em seu ambiente (função: proteção, potência, comendo, controlo);
  • Ler e interpretar esquemas elétricos, reconhecendo os equipamentos a partir de seus símbolos.

 

Conteúdos Programáticos

  • Regulamentação elétrica;
  • Eletricidade, conceitos gerais e redes;
  • Riscos associados à eletricidade;
  • Voltagem, zonas de risco e zonas envolventes;
  • Procedimentos elétricos;
  • Habilitação elétrica;
  • Equipamentos de proteção;
  • Procedimentos de consignação BT e AT; Lockout – Tagout – Tryout (LOTOTO)
  • Documentos aplicáveis: certificado de consignação, autorização de trabalho, aviso de fim de trabalho, …)
  • Riscos elétricos associados à utilização de equipamentos e ferramentas;
  • Procedimentos em caso de acidente ou incêndio de origem elétrica;
  • Operações em instalações de Alta Tensão (materiais e equipamentos de segurança – Aparelhagem AT – Manobra – Consignação);
  • Trabalhos práticos em oficina;
  • Exame teórico e prático – BT e AT.

Observações

DESCONTOS:

  • 10% em duas ou mais inscrições da mesma empresa.

Descontos não acumuláveis e aplicáveis a pronto pagamento.

Horário: 6º feira das 19:00 às 22:30 e Sábados das 09:00 às 13:00 e das 14:00 às 17:00.

O material técnico-pedagógico é distribuído em suporte informático.